Saturday, 2 September 2017

4ª Rodada: FC St. Pauli vs FC Heidenheim

Por Yuri Suziki




Pela quarta rodada da temporada 2017/18 o St. Pauli recebeu no último sábado (26) em uma bela tarde de sol em Hamburgo o FC Heidenheim, diante de um público ”Sold Out” de 29.546 pessoas.

Em busca de sua segunda vitória no campeonato o time veio a campo com apenas uma mudança em relação ao último jogo, o técnico Olaf Janßen deixou o meia Möller Deahli no banco para em seu lugar entrar no onze inicial o também meia Cenk Sahin.

Ambos os times entraram em campo com formações bem compactas na maior parte do tempo e com defesas muito bem postadas dentro de campo, o St. Pauli apostou muito nos contra-ataques principalmente com o meia Cenk Sahin armando as jogadas e sempre visando o número 9 (Bouhaddouz), mas faltava organização e qualidade no toque de bola, e assim ,entregando a bola facilmente a defesa adversária em partes cruciais do campo de ataque.




A primeira boa chance do jogo foi do Heidenheim aos 27’ com o lateral Arne Feick recebendo a bola pela direita e dando um potente chute cruzado que passa raspando a esqueda do gol de Himmelmann. No minuto seguinte o St. Pauli respondeu com um bom contra ataque, Sahin toca para Dudziak que chuta, mas passa acima do gol adversário sem grandes perigos para o arqueiro Müller.

O St. Pauli manteve um bom ritmo de jogo durante um morno primeiro tempo, com maior posse de bola mas com sérias dificuldades para passar pela defesa adversária, já o Heidenheim visava sempre bolas aéreas na área do St. Pauli, mas sem muito sucesso. Sem grandes jogadas, as equipes vão para o intervalo com um 0-0 no placar.

Na volta para o segundo tempo o St Pauli faz a sua primeira mudança: Sai Sami Allagui após um primeiro tempo apagado para a entrada de Möller Daehli, substituição que muda a realidade das jogadas do time de forma significativa na segunda parte, mas logo aos 47’, o zagueiro Avevor dá um susto com uma bola má recuada para o goleiro onde entrega uma bola facil para o adversário, que força uma saída desesperada de Himmelmann que afasta o perigo. O Heidenheim chega novamente aos 49’ com um bom chute a gol de Titsch-Rivero, que passa cim perigo novamente a esquerda do gol do St. Pauli.

O ataque marrom e branco só foi dar as caras aos 51’ com Daehli com um chute sem perigo no meio da meta para uma fácil defesa do arqueiro adversário e novamente aos 53’ com uma cabeceio após um escanteio mas também sem grandes perigos.

O St. Pauli começou a aparecer mais na segunda parte do jogo principalmente com jogadas de escanteio e de bolas aéreas, na maior parte com a dupla Daehli-Bouhaddouz, que renderam boas oportunidades para o time da casa principalmente nos últimos 30 minutos de jogo, onde o time começou a pressionar bastante e o Heidenheim começa a se acanhar em seu campo de defesa, e aos 60’ o professor Jansen realiza sua segunda substituição: Entra Flum, e Nehrig deixa o gramado, esta substituição irá mudar o destino do jogo, mas já chegaremos lá...




O St. Pauli pressiona bastante nos últimos 15 minutos de jogo com vários cruzamentos para Bouhaddouz e bons chutes ao gol forçando o goleiro adversário fazer boas defesas e com isso a partir dai o Heidenheim começa a jogar de forma mais dura e o jogo começa a ficar mais faltoso, mas o juizão controla bem o jogo, mas se envolve em um lance polêmico aos 74’ em um cruzamento do Heidenheim, o número 6(Avevor) claramente coloca a mão na bola dentro da área, pênalti na minha opinião, mas o juiz manda seguir, melhor para o St. Pauli.

Nos últimos 5 minutos o St. Pauli chega com perigo 3 vezes, com jogadas provenientes de cruzamentos na área, levando bastante perigo a meta adversária, até que nos acréscimos o St. Pauli chega novamente com perigo e a bola vai para escanteio...




Na cobrança Daehli cruza, Bouhaddouz cabeceia, a bola resvala em dois zagueiros antes de sobrar para Johannes Flum que empurra facilmente para o gol! TOOR! O estádio vai a loucura com o gol no ÚLTIMO LANCE do jogo. Nos gostamos de emoção, mas não é para tanto!

Com isso o St. Pauli garante seus suados 3 pontos e sobe duas posições, ficando na oitava colocação na tabela com 7 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado pelo  Braunschweig que joga dia 29, fora de casa contra o Kaiserslautern.

O próximo confronto do St. Pauli pela 2.Bundesliga é contra o Nünberg, fora de casa no próximo dia 12 as 20:30 (hora local).

FORZA ST. PAULI!












0 comments :

Post a Comment