Saturday, 4 October 2014

Vitória brilhante em casa

O jogo pra nós, hoje, foi as 8 da manhã. Muito cedo para um sábado frio (ao menos em SP) onde a vontade de permanecer na cama grita. Mas valeu a pena acordar cedo.



O time foi incrível hoje. Do início ao fim, colocando bastante pressão no gol adversário, deixando pouquíssimo trabalho para o nosso St. Tschauner.

Claro que as coisas ficaram um pouco mais fáceis para nós a partir dos 22', quando o jogador Björn Jopek cometeu uma falta em cima de Budimir, dentro da área, o que resultou em pênalti e a expulsão do jogador. Aos 23', na coobrança de Nöthe, o time abre o placar. Porém, precisávamos marcar mais um ficarmos em uma situação um pouco mais tranquila.



O segundo tempo começou um pouco mais lento gerando preocupação, pois o Union parecia crescer um pouco mais, fez algumas tentativas a mais, chegou a esboçar alguma reação. De fato, mesmo com um jogador a menos, eles tentaram, mas não chegaram lá. 

Mas hoje a estrela do St. Pauli tava brilhando, o time estava guerreiro e colocou uma energia ainda não vista nessa temporada. Acredito que muitos, como eu, pensaram que a energia teria se esgotado no primeiro tempo, mas não, o time começou a reagir a fez um segundo tempo tão bom quanto o primeiro.

O segundo gol saiu aos 73', após 3 rebotes dentro da área. Foi uma situação meio esquisita, com os jogadores meio 'embolados', mas Rzatkowski conseguiu colocar a bola pra dentro do gol, marcando o 2º para o St. Pauli e nos colocando em uma situação mais tranquila. O Union fez mais algumas tentativas, mas sem muita expressão.



O terceiro gol veio já no finalzinho, aos 89', com um chute certeiro de Big John Verhoek, para coroar a nossa vitória de hoje.

Placar de 3:0 mais que merecido. O time esteve muito bem, foi o melhor jogo da temporada sem sombra de dúvidas. A torcida também mereceu essa vitória, cantou lidamente (como sempre), mas deu a impressão que estavam muito mais inspirados do que de costume e quem sabe esse foi o motor que faltava para impulsionar os nossos meninos.


Thomas Meggle disse: "Hoje foi um dia bonito para nós. Ganhamos de 3:0, fazendo exatamente o que tínhamos que fazer."

Simples assim, ele expressa o que todos nós esperamos do time. Resta saber se esse gás vai se manter nas próximas partidas. Tomara que sim!!

Forza, St. Pauli!!!


Ficha da partida: 

FC St. Pauli

Tschauner – Startsev, Ziereis, Sobiech, Thy – Kurt (77. Maier), Daube – Rzatkowski (90. Görlitz), Alushi, Nöthe – Budimir (72. Verhoek)

Técnico: Thomas Meggle



1. FC Union Berlin

Haas – Kopplin, Puncec, Leistner, Parensen – Kreilach (71. Brandy), Jopek – Quiring (71. Nebihi), Özbek, Schönheim – Polter (80. Nemec)

Técnico: Norbert Düwel



Gols: 1:0 Nöthe (23., FE), 2:0 Rzatkowski (73.), 3:0 Verhoek (89.)

Cartões Amarelos: Kurt, Ziereis, Budimir, Sobiech, Alushi / Leistner, Brandy

Cartões Vermelhos: Jopek (21., Notbremse)

Árbitro: Guido Winkmann

Público: 29.063 (lotado)

Imagens: Reprodução FC St. Pauli Oficial

0 comments :

Post a Comment