Sunday, 20 April 2014

Minhas percepções sobre o livro Pirates, Punks & Politics - Tentativa de um review

Depois de terminar de ler o livro, nada mais justo do que escrever um pouco sobre a minha percepção sobre ele.



Quando eu conheci o time, em 2008, não imaginava no que isso se tornaria. Montei o blog com o intuito de ajudar as pessoas, que como eu, gostavam do time mas tinham dificuldades com material em português ou até em inglês. Porque até aquele momento, o único material que encontrei em português, foi um texto do pessoal do Resistência Coral, que falava sobre o time.

Mas mesmo assim, com o passar do tempo, material em inglês era parco. Conseguia escrever algo no processo: traduzir do alemão para o inglês (que com o tradutor sai daquele jeito) e do inglês para o português. Nesse processo muita coisa se perde. A tradução saindo do alemão para o inglês já vinha meio confusa, então você tem que extrair o resumo do que foi dito e assim, as notícias vinham com algo faltando.

O site oficial até tem uma versão em inglês, mas é pobrinha. A riqueza de detalhes da história do time está espalhada por aí, mas tudo em alemão. Mas graças ao Nick Davidson eu pude conhecer mais sobre essa história e ficar mais apaixonada ainda pelos Boys in Brown.

A história do time, como conhecemos hoje, foi muito diferente do seu início até a década de 1980. Ele não se parecia com nada do que temos hoje, mas de certa forma, o bairro que ele habita, já era o bairro dos excluídos em Hamburgo. Nick Davidson também nos mostra como a história da Alemanha, de Hamburgo e do bairro influenciou o time a ter as características que tem hoje.



No decorrer do livro ele nos conta como a bandeira pirata se tornou o símbolo da torcida, e como o seu criador não fazia a menor idéia disso. Conta sobre os Ultras Sankt Pauli, a principal torcida organizada do time e a responsável pelas coreografias que vemos no início das partidas e como as opiniões sobre eles são divergentes entre os próprios torcedores. A luta dos torcedores contra a comercialização do estádio, quando o time ascendeu pela última vez à primeira divisão. Conta sobre a união de forças do time mais rico da Alemanha, na campanha para ajudar o St. Pauli a arrecadar dinheiro e continuar fazendo parte da liga profissional.

Nesse livro podemos encontrar tudo sobre a experiência pessoal de Nick com o clube e sua história. Os principais fatos e casos que qualquer torcedor precisa saber sobre o time é possível encontrar ali. Com uma linguagem fácil (mesmo que em inglês) e que consegue emocionar e fazer você entender porque você se apaixonou por esse time, mesmo que ainda não conheça toda a sua história.
Ele te dá a oportunidade de conhecer um time e torcedores que lutam para manter a alma do clube e do futebol, em meio a essa avalanche comercial que vivemos no futebol moderno. Te apresenta uma torcida apaixonada e orgulhosa de seguir o time onde for.

Conhecer o FC St. Pauli mais a fundo, te faz entender que o futebol pode ir além do esporte. Que é possível, através do futebol, as pessoas se unirem em busca de um bem comum. No caso do FC St. Pauli, é lutar pela igualdade entre os seres humanos e servir de exemplo para outras comunidades, cidades, países...


Como diz o próprio Nick: Torcer para o St. Pauli é ir muito além de resultados, posições e até mesmo futebol. É sobre amizade, comunidade e lutar por aquilo que é certo e ter certeza que você tenha bons momentos fazendo tudo isso.


0 comments :

Post a Comment